segunda-feira, 23 de outubro de 2017

Caros Leitores





Para maior facilidade, aqui foram separados os assuntos e divididos em categorias.

Comente, participe e siga nosso blog ;)






SOBRE O AUTOR


INSTRUMENTOS RAROS E VINTAGES !!!


HOBBY E COLECIONISMO


PROSAS, POESIAS E FILOSOFIAS DO MALUCO


ARTES


CONTOS DO AUTOR


O BRASIL NA II GUERRA


LIVRO RARO BRASILEIRO


GUITARRAS E INSTRUMENTOS


DIVERSAS 









Conheça a G-Marx Custom Guitars :











ACOMPANHE A G-MARX TAMBÉM  NO FACEBOOK:


https://www.facebook.com/pages/G-Marx-Custom-Guitars/1557830204499725





*ATENÇÃO:  Direitos autorais deste blog são exclusivamente reservados ao autor. A cópia deste conteúdo, textos e fotos sem autorização do titular dos direitos autorais ou detentor dos direitos de reprodução ou fora das estipulações legais constitui contrafação, um ato ilícito civil e criminal ***





Os textos e postagens podem sem alterados sem prévio aviso







I.R.V - PARTE 20 - Fender Protótipo 1965




Um dos instrumentos mais raros da Fender foi esse protótipo de guitarra chamada Marauder.

A Marauder tinha a intenção de se juntar à linha de produtos pouco antes de Leo Fender vender a empresa para a CBS, mas nunca entrou em produção. Depois de apresentar a Jazzmaster em 1959 e a Jaguar em 1962, entre 1965 e 1966, o Fender criou um protótipo da guitarra Marauder. Havia duas "versões" feitas: Tipo I, com captadores escondidos debaixo do escudo e que são mostrados no catálogo de 1962, e Tipo II, com os captadores montados de forma mais convencional no escudo, esta nunca apareceu em nenhum catálogo e por isso veio ilustrar esta ultima postagem dessa série dos instrumentos raros e vintages.


Protótipo Fender Marauder tipo I



O protótipo Fender Marauder original é uma guitarra pré-CBS com uma placa de número de série "L" sugerindo que foi construída no final de 1964 e foi pessoalmente detida (ler roubada rsrrs) e tocada por Quilla Freeman até meados da década de 1970, quando passou para a coleção pessoal de um músico bem conhecido, onde permanece até hoje.

Essa guitarra nunca ultrapassou oficialmente o estágio do protótipo, pois os custos de produção em massa seria muito caro para empresa.

As Marauders originais tinham 4 captadores ocultos e de alta potência debaixo do escudo. Eles nunca foram disponibilizados ao público e os 6 modelos de produção conhecidos foram distribuídos como promoções para lojas em torno da área de Fullerton, Califórnia.

Protótipo Fender Marauder tipo II


A variação denominada Tipo II tem três captadores, com o captador de ponte inclinado como em uma Stratocaster. Ela também possui sete interruptores e quatro botões. A idéia era combinar as guitarras Stratocaster e Jaguar, ao mesmo tempo que adicionava algumas características novas para aumentar a versatilidade.



A pergunta que fica é; Será que a Gibson Marauder (ver I.R.V Parte 8) roubou o nome Marauder dessa Fender Marauder protótipo ?? Ou será muita coincidência ??















 Esta foto acima é o único exemplar original da marauder tipo II que se tem conhecimento, na coleção particular de uma pessoa bem reservada que prefere não se identificar rsrsrs















I.R.V - Parte 19 - Gibson O 1918




Uaaall... O que escrever de um violão desse ???  

Nem vou escrever nada... O que você precisa saber é que é um violão da Gibson, do ano de 1918.

Então aprecie essa maravilha  !!!





































































Continua em I.R.V - PARTE 20 (Click para ler)










I.R.V - Parte 18 - Epiphone Triump Regent 1950




Esse é o que podemos chamar de violão guitarra, pois foi adaptado um captador D´Armond no seu tampo. Coisa chique e antiga, rara e vintage..








































Esse cordal se chama "frequênciador", na pratica ele equilibra as frequências graves e agudas compensando as distancias dos bordões e cordas primas... Bem bolado hehehe.





















































No case original... Que sonho heim...






Continua em I.R.V - PARTE 19 (Click para ler)







terça-feira, 17 de outubro de 2017

Restauração violão Del Vecchio anos 50




Para não precisar reescrever a matéria, segue o link do meu blogsite G-Marx Custom Guitars.

Se você gosta de instrumentos aproveite para conhecer o blogsite da G.M e fique por dentro das novidades apresentadas por lá. Aproveite também para seguir nossa page no facebook e acompanhe em tempo real as customizações e regulagens por aqui.



http://gmarxcustomguitars.blogspot.com.br/2017/09/restauracao-violao-del-vecchio-anos-50.html











 

I.R.V - Parte 17 - National Glenwood 1964






Essa marca é americana e surgiu lá pela década de 20, ficou famosa por fabricar os violões do tipo ressonador parecidos com os da Del Vecchio brasileiros, porém alguns modelos com caixa acústica de metal que os tornava bem únicos. A National também ficou famosa por fabricar instrumentos de custo mais baixo para músicos iniciantes e guitarras com linhas arrojadas como é o caso dessa rara guitarra aqui National Glenwood anos 60
















































Continua em I.R.V - PARTE 18 (Click para ler)











quinta-feira, 14 de setembro de 2017

I.R.V - Parte 16 - Martin D18E 1959



Neste episódio dos instrumentos raros e vintages eu lhes trouxe este belo violão Martin D18E do ano de 1959.

Este é um violão bem raro, foram produzidos apenas 302 nesse modelo que já saia de fábrica com captadores D´Armond, tarraxas Kluson e controladores de volume e tom dos captadores.

Formato dreadnought, tampo em spruce, faixas, fundo e braço em mogno com escala em rosewood, este violão ficou famoso por ser usado por Kurt Cobain do Nirvana na gravação do MTV Unplugged em 18 de novembro de 1993.

É raro... É vintage !!!

































Continua em I.R.V - PARTE 17 (Click para ler)